Escolha uma Página

Você sabia que não existe apenas um tipo de TDAH? Duas pessoas diagnosticadas com TDAH podem ter sintomas diferentes, e por isso tratamentos diferentes, segundo Dr Daniel Amen autor do livro “Transforme se cérebro transforme sua vida”

O Distúrbio do Déficit de Atenção é um dos problemas de desenvolvimento mais bem reconhecidos da infância.

Mas ele não termina na infância. Você sabia que um total de 60% daqueles que foram diagnosticados com TDAH na infância vão continuar a ter problemas que afetam o seu funcionamento como adultos? É verdade. E o TDAH pode voar sob o radar em adultos que nunca foram diagnosticados na infância.

Mesmo que as taxas de prevalência não sejam totalmente claras para adultos, como mencionado anteriormente, elas estão estimadas em um alcance entre 4% a 5%.

Há um monte de adultos que lutam com problemas de atenção! Além disso, o TDAH permanece como uma das doenças mais mal compreendidas e tratadas incorretamente nos dias atuais.

Felizmente  isso está mudando.

Usando técnicas de diagnóstico avançadas, o Dr. Amen descobriu que existem 7 tipos distintos de TDAH, cada um exigindo um tratamento diferente.

Essa é uma boa notícia, pois mais pessoas podem ser ajudadas com tratamentos que são adaptados para o tipo específico de TDAH.

Mas o primeiro passo no tratamento do TDAH é determinar se você o tem.

7 tipos de tdah infografico Aqui estão vários comportamentos de identificação para serem procurados

– e os 7 tipos de TDAH revelaram que:

Há cinco sintomas característicos e duradouros do TDAH:

  1. Atenção de curto prazo: Pessoas com TDAH têm dificuldade com tarefas chatas (tais como as tarefas rotineiras e regulares) e precisam de estimulação ou excitação para permanecerem nelas. Muitas pessoas com TDAH podem prestar atenção apenas em coisas que são novas, interessantes, altamente estimulantes, ou assustadoras.
  2. Distração: Pessoas com TDAH tendem a prestar mais atenção no ambiente deles do que outros, o que os torna facilmente distraídos por estímulos externos, tais como luzes, sons, cheiros, certos gostos ou até mesmo as roupas que estão vestindo. A aguçada sensibilidade faz com que eles facilmente se distraiam da tarefa.
  3. Desorganização: Muitas pessoas com TDAH tendem a lutar com a organização do tempo e do espaço. Elas tendem ao atraso e têm problemas para completar tarefas a tempo. Muitas coisas são feitas no último momento ou até mais tarde. Elas também tendem a lutar para manter seus espaços arrumados, especialmente seus quartos, bolsas de livros, estantes, gavetas, armários e papelada.
  4. Procrastinação: Tarefas e deveres são postos de lado até o último momento. As coisas não tendem a ficarem prontas até que exista um prazo final ou que alguém fique muito bravo por não terem sido feitas.
  5. Baixo autocontrole: Muitas pessoas com TDAH têm problemas com julgamento e controle de impulsos, e lutam para não dizer ou fazer coisas sem pensar completamente sobre isso. Elas também possuem mais dificuldade em aprender com seus erros.

Você precisa de pelo menos três destes sintomas por um longo período de tempo, e esses sintomas, de alguma maneira, devem interferir em sua vida.

Aqui está uma breve descrição de cada tipo de TDAH em tradução livre:

Tipo 1. TDAH Clássico (TDAH) – desatento, distraído, desorganizado, hiperativo, agitado e impulsivo.

Tipo 2. TDAH de Desatenção – desatento, facilmente distraído, desorganizado, e muitas vezes descrito como cadetes do espaço, sonhadores, e batatas de sofá. Não hiperativo!

Tipo 3. TDAH Mais Concentrado – desatento, problemas de desvio de atenção, frequentemente fica preso em circuitos de pensamentos e comportamento negativos, obsessivo, preocupação excessiva, inflexivo, frequente comportamento argumentativo e de oposição. Pode ou não ser hiperativo.

Tipo 4. TDAH Lobo Temporal – desatento, facilmente distraído, desorganizado, irritável, pavio curto, pensamentos obscuros, instabilidade no humor, e pode lutar com dificuldades de aprendizagem. Pode ou não ser hiperativo.

Tipo 5. TDAH Límbico – desatento, facilmente distraído, desorganizado, tristeza crônica de baixo grau ou negatividade, “síndrome do copo meio vazio”, baixa energia, tende a ser mais isolado socialmente, e frequentes sentimentos de desesperança e inutilidade. Pode ou não ser hiperativo.

Tipo 6. TDAH Anel de Fogo – desatento, facilmente distraído, irritável, demasiado sensível, ciclos de mau humor e de oposição. Pode ou não ser hiperativo.

Tipo 7. TDAH de Ansiedade – desatento, facilmente distraído, desorganizado, ansioso, tenso, nervoso, prevê o pior, fica ansioso com testes cronometrados, ansiedade social, e com frequência tem sintomas físicos de estresse, tais como dores de cabeça e sintomas gastrointestinais. Pode ou não ser hiperativo.

Lembrando que essas denominações são apenas uma tradução livre feita por mim pois ainda não existe uma denominação oficial em português.

Se você acha que você ou um ente querido pode ter TDAH, faça nosso questionário online para aprender mais.

Sobre o autor da teoria:

daniel amenDaniel Gregory Amen é um psiquiatra americano e um especialista em distúrbios no cérebro. É diretor da Clínica Amen e também é um autor best-seller do New York Times. Sua clínica trabalha com serviços para pessoas com problemas de distúrbio de déficit de atenção com hiperatividade (TDAH), além de outros distúrbios.

Daniel Amen ainda trabalha como professor clínico assistente de psiquiatria e comportamento humano na Universidade da Califórnia.

Como curiosidade, o Dr. Daniel Amen também é um consultor de pós-concussão pela Liga Nacional de Futebol Americano (NFL) nos Estados Unidos, pois o médico tem feito estudos sobre as lesões cerebrais que afetam os atletas profissionais.

O psiquiatra tem mais de 30 livros publicados, mas poucos foram traduzidos para o português.

Alguns deles traduzidos para o Brasil e que se tornaram sucessos são:

  • Transforme Seu Cérebro Transforme Sua Vida,
  • Use Seu Cérebro Para Mudar Sua Idade,
  • Mude Seu Cérebro, Mude Seu Corpo.

É isso ai, espero que tenha gostado deste artigo. Em breve vou trazer para você um teste no qual você poderar saber qual tipo de TDAH é você com mais certeza. Qualquer dúvida ou sugestão um comentário é sempre bem vindo.

Até a próxima

Comments

comments